Custos Fixos e Custos Variáveis

Os Custos Fixos demonstram quais são as despesas contínuas de uma empresa, ou seja, aquelas que serão fixas e consideradas ao longo do tempo.

A melhor maneira de definir se um custo é fixo é perceber se ele não varia muito em relação a produção. Por exemplo: uma empresa transportadora, gastará tanto mais combustível quanto mais entregas fizer, portanto, este é um custo variável (varia com o aumento da produção).

Como exemplo de Custo Fixo, pode-se considerar o aluguel de um escritório, ou gastos com limpeza e segurança, ou ainda o seguro das instalações e impostos.

Já os Custos Variáveis são aqueles que variam proporcionalmente com o volume de produção ou atividades produtivas da empresa. Em outras palavras, seus valores dependem diretamente do volume produzido, que por sua vez vai variar conforme o volume de vendas efetivado num determinado período.

É importante conhecer Custos Fixos e Variáveis para se saber quanto a empresa deve produzir, no mínimo, para cobri-los e obter lucro.

Ainda possui dúvidas? Entre em contato conosco.

Depreciação

A depreciação é a diminuição do valor de determinados bens ocasionada por uso, obsolescência ou por seu desgaste natural. Inicia quando o bem é instalado,

Ler Artigo »