A retomada do turismo no Brasil: como a gestão da informação impacta a competitividade do setor hoteleiro?

Segundo a Embratur, os gastos com de visitantes internacionais no Brasil ultrapassaram US$ 1,2 bilhão em 2022. Este resultado foi alcançado nos 3 primeiros meses de 2022, sendo 77% superior ao registrado no mesmo período de 2021.
Portanto, para que o setores de hotelaria e turismo possam aproveitar da melhor maneira possível este cenário positivo, é fundamental que essas empresas utilizem –  de uma forma eficiente – informações de custos no processo gerencial, a fim de tornarem-se mais  competitivas.
Essencialmente, quais são as informações gerenciais imprescindíveis à competitividade do setor?
– a busca contínua de informações sobre o mercado de turismo em relação ao consumidor, pois, assim, tendências podem ser identificadas, o que melhora a competitividade da empresa e a velocidade de resposta à futuras mudanças;
– contar com um bom sistema de informações (contendo dados do ambiente interno e externo da organização), já que o valor da informação pode ser medido pelo tempo necessário para a tomada de uma decisão ou pelo aumento dos lucros da empresa;
– as informações sobre custos (oriundas da contabilidade) têm importância vital, pois o controle dos custos permite que os gerentes possam continuar satisfazendo os clientes.
Precisando gerenciar as informações contábeis da sua empresa para torná-la mais competitiva? Entre em contato conosco. Temos um time de especialistas para atendê-lo(a)!

Depreciação

A depreciação é a diminuição do valor de determinados bens ocasionada por uso, obsolescência ou por seu desgaste natural. Inicia quando o bem é instalado,

Ler Artigo »